Comunicado 08 janeiro 2024

Na sequência das notícias vindas a público, a Associação Desportiva Ovarense na defesa da verdade desportiva, vê-se “obrigada” a vir esclarecer o seguinte:

  • As declarações do treinador Cajó não são verdadeiras, querendo de uma forma orquestrada, desviar as atenções da quebra de rendimento da equipa, aliada aos maus resultados desportivos, que se vinham a suceder nas últimas semanas;
  • Talvez fosse proveitoso indagar o treinador das razões pelas quais saíram alguns jogadores desde o início da época e se essas razões são imputadas igualmente à Direção da ADO;
  • Retrocedendo ao dia 18 de dezembro e para que se dissipem dúvidas, foi comunicado antecipadamente ao treinador Cajó a realização de uma reunião que se iria realizar 30 minutos antes do aludido treino, para que todos os intervenientes estivessem presentes;
  • Depois de serem satisfeitos os pedidos impostos pelo treinador para assegurar a sua continuidade esta época e de terem sido feitas melhorias constantes no clube ao nível das infraestruturas, sistema de rega, iluminação centro de formação, ou relvado é de uma desconsideração atroz dizer que “talvez o mal tenha sido termos começado tão bem, estivemos muito tempo à frente”;
  • Nunca em momento algum, foi desconsiderado eticamente pela direção e o próprio sabe, tendo deixado várias mensagens perante os elementos responsáveis nesse sentido, havendo de seguida a ilusória justificação de não assumir o mau momento desportivo de forma condigna e o não cumprimento dos resultados assumidos pelo mesmo.
  • Será sempre importante, salvaguardar que as decisões são tomadas tendo em conta o trabalho diário e com base na prossecução e salvaguarda dos interesses do clube. O crescimento do clube, será resultado da união e da simbiose de adeptos, sócios, equipa técnica, jogadores e demais elementos que compõem a estrutura atual do clube e que nada nem ninguém será mais importante que isso.

O princípio do contraditório é uma regra de ouro no jornalismo, seja de âmbito nacional, regional ou local. Em todos os momentos, abrimos as portas às solicitações da comunicação social, estando sempre disponíveis para salvaguardar o direito à informação, atuando não só nesse âmbito, mas em outros, como feita esta época com a Liga Portuguesa Contra o Cancro. O que pedimos é que essa regra de ouro do jornalismo seja respeitada e que não se caia no erro de ridicularizar de forma sensacionalista a promoção da (des)informação, como vem sendo feito recorrentemente pela Avfm. Não mudamos o nosso rumo, trabalhamos dia após dia em defesa dos interesses do clube e são sempre bem-vindos, caso tenham interesse, a participar neste trabalho.

Não vivemos de comunicados oficiais, mas sim de trabalho, sendo apenas obrigados a uma resposta, para elucidação de toda a verdade desportiva. O resto comunicaremos a todos os sócios, em AG a convocar brevemente.

A Direção

Facebook
Whatsapp
P